Loading...

Os extintores são equipamentos de proteção ativa contra incêndios. Não é um meio para combater fogos de grandes dimensões, mas pode ser fundamental para evitar que um foco de incêndio se propague e transforme num incêndio de difícil extinção.

Os extintores servem para combater um incêndio enquanto este ainda está numa fase inicial. Tendo uma carga limitada, os extintores podem esgotar-se numa questão de segundos pelo que é muito importante saber como e quando utilizá-los.

 

Extintores Àgua

A água é um agente físico que atua principalmente por arrefecimento, pelo grande poder de absorção de calor que possui. De seguida a agua atua por asfixia.

A água evapora-se a altas temperaturas de combustão , expande o seu volume em cerca de 1.671 vezes deslocando fumos de oxigênio e de combustão . Os extintores de Agua não podem ser utizados em  incêndios de classe C , porque a água conduz eletricidade.

Extintores adequados para incêndios de classe A.


Extintores de Espuma ( AFFF )

Atuam por arrefecimento e abafamento, uma vez que a espuma cria uma camada continua de material aquoso que se expande no ar, arrefecendo-o, e impedindo a fuga de vapores. Tem como principal finalidade impedir a entrada de oxigénio no incêndio.

Extintores adequados para incêndios de classe A e B


Extintores de Dióxido de Carbono  (  CO2 )

Devido à alta pressão do gás que se encontra no interior do extintor , quando disparado expande de forma abrupta. Como resultado , a temperatura cai drasticamente para valores negativos em torno de -79 ° C, o que resulta no nome também conhecido de " Neve Carbónica ". Esta névoa em contato com o combustível arrefece. Há também um efeito colateral de apagar por asfixia do oxigénio. Em combustíveis líquidos deve ter cuidado na sua aplicação ,afim de não espalhar o combustivel liquido a outras zonas.

Extintores adequados para incêndios de classe B e C.


Extintores de Pó Químico

Principalmente por interromper quimicamente a reação em cadeia . Também actua por asfixia devido à monoamónio compostos de fosfato que derretem a certas temperaturas de combustão , o qual resulta numa substância que adere à superfície do sólido criando uma barreira entre estes e o oxigénio.

Extintores adequados para incêndios de classe A, B e C.



Extintores substitutos dos Halogenados

Atuam principalmente da mesma forma dos Extintores de Pó Quimico , interrompendo quimicamente a reação em cadeia . Eles têm a vantagem de serem agentes limpas, isto é , não deixar nenhum vestígio ou resíduo , além de não ser electricamente condutor . Eles são Extintores adequados para incêndios  classe A, B e C.


Extintores com base em Pó especial para a classe D

Alguns metais reagem com violência quando aplicado o agente extintor errado. Não há nenhum agente extintor universal para metais combustíveis , cada pó quimico seco composto é eficaz em certos metais e ligas específicas. Geralmente actua por exfixia, gerando quando aplicado uma crosta que actua como uma barreira entre o metal e ar . Alguns também absorvem o calor , agindo, assim, por arrefecimento enquanto asfixia.

Extintores adequados para incêndios de classe D.


Extintores de Água Pulverizada

A principal diferença entre extintores de água comuns e estes está no difusor de descarga e a agua no interior ser/estar destilada. A descarga da água é produzida em gotas finas ( névoa), o que torna estes extintores adequados para incêndios de classe C, por não conduzirem eletricidade.

Extintores adequados para incêndios de classe A e C.


Extintores para incêndios Classe K  - Acetato de Potássio

Extintores usados em incêndios que ocorrem em óleos e gorduras de fritadeiras industriais , fogões , etc. O Acetato de potássio é descarregado como uma névoa fina.

Em contacto com a superfície do óleo ou gordura reage produzindo uma espuma  que veda a superfície separando-o do ar . Este nevoeiro também tem um efeito de arrefecimento do óleo ou gordura.

Extintores adequados para incêndios de classe K